Curso para MotoBoy – Informações, preços e onde fazer

Curso para motoboy ou capitação de motofrete, a partir de agosto de 2012, trabalhar como motoboy, mototaxi ou motofrete, fica mais difícil, burocrático e caro para quem pretende ser profissional desta área.

O Brasil é uma dos países com o maior crescimento da frota de motos do mundo, junto com esses crescimento, aumentou os índices de acidentes e mortes de motociclistas nas ruas das grandes idades, como os motoboys, estão mais vulneráveis, devido a carga horária por dia no transito, tornam esses profissionais, as principais vitimas de acidente.

Diante deste cenário, o Conselho Nacional de Transito (CONTRAN), através da resolução 356, estabeleceu algumas regras para a regularização da profissão do motoboy.

Algumas normas desta resolução deixam em aberto, que os municípios busquem criar algumas normas locais, atendendo as suas necessidades.

Na cidade de São Paulo, alem dos itens de segurança obrigatório, a prefeitura exige atestado de antecedentes criminais para os motofretes, alem disso, está estabelecido que daqui a dois anos, as motos, seguirão um padrão de pintura semelhante aos táxis da capital na cor branca.

Curso para MotoBoy

Curso de capacitação para o motorista que dura 30 horas, para quem ainda tem duvida de onde fazer o curso de motoboy, esse será ministrado pelas escolas de formação de condutores (auto-escola), após a realização do curso, a auto-escola comunicará o DETRAN, sobre a capacitação do motociclista.

O governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, disponibilizou um curso gratuito para capacitação de motoboys, ao todo são 9,500 vagas disponíveis nas unidades do Sest Senat.

O preço do curso de capacitação de motoboy, para quem realizar o curso em uma escolas de formação de condutores (auto-escola) terá um valor médio de R$ 160,00

O que muda com a nova resolução do CONTRAN

Novas regras para equipar motos de motoboy e mototaxi

Outras mudanças são:

  • Faixas que reflitam à luz aplicadas nas motos e roupas dos motociclistas
  • Protetor de motor (mata-cachorro)
  • Instalação do aparador de linha, “o corta-pipa”
  • A moto utilizada, precisa estar de acordo com as normas e ser cadastrada no DETRAN como veiculo de aluguel e emplacamento na cor vermelha
  • Vistoria da moto a cada seis meses
  • Os veículos utilizados como mototáxi, serão equipadas com alças metálicas traseira e laterais para o apoio do passageiro.

Vale lembrar que os motociclistas que foram atuados sem o curso de motoboy e a moto sem os equipamentos obrigatórios, estarão sujeitos à multa e apreensão da moto

Custos fora da realidade, encarece e dificulta a vida de quem pretende ser motoboy.

A profissão de motoboy, mototaxi e motofrete, é uma opção de emprego para muitos trabalhadores que estão desempregados, muitos fazem empréstimos junto a familiares para comprar sua moto e tirar a carteira de habilitação, mas com essa nova resolução, a profissão de motoboy, deixa de ser um investimento relativamente barato.

O custo médio inicial para regulamentar a motocicleta, carteira de habilitação e curso de motoboy, está por volta de R$ 7.500.

Nesse valor está incluído a compra de uma moto padrão de 150 cc, equipamentos obrigatórios como capacete, baú, protetor de motor, roupas, botas, cursos de capacitação entre outros.

Cursos técnicos do Senac é opção para entrar no mercado de trabalho Curso técnico como os oferecidos pelo Senac – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. É opção para entrar no mercado de trabalho mais rápido. A in...
Conheça três sites que oferecem cursos gratuito de inglês Para quem não tem tempo e poucos recursos financeiros para investir em um curso para, uma boa alternativa é conferir os cursos de inglês oferecidos po...
Você sabe sobre o que é o Google Acadêmico? Encontre os melhores artigos científicos e textos para completar a sua monografia, TCC ou trabalhos de faculdades e escola no Google Acadêmico, uma pl...
Curso Técnico em Enfermagem A área da saúde é uma das que mais cresce no mercado de trabalho e exige mão de obra qualificada para atuar em hospitais, postos de saúde, clinicas e ...

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta