Conheça o Curso Técnico em Comércio Exterior

Conheça o curso Técnico em Comércio Exterior, que formam profissionais para atuar em diversas áreas do setor de negócios de importação, exportação e das políticas cambiais e alfandegárias. Com essa formação, são abertas aos formandos diversas possibilidades de empregos no mercado de trabalho do setor portuário, de transporte, armazenagem e logística internacional.

Curso Técnico em Comércio Exterior

O Técnico em Comércio Exterior será habilitado para:

Prestar apoio a análises de mercado por intermédio da aplicação de regras e políticas cambiais específicas de países envolvidos nas negociações. Executar e controlar atividades inerentes ao processo de exportação e importação.

Cumprir os trâmites aduaneiros em operações de importação e exportação.

Elaborar cálculos de custos, preços e tributos.

Utilizar canais informatizados de órgãos reguladores, como Receita Federal, Siscomex e Inmetro. Executar procedimentos de transporte, armazenamento e logística internacional. Conheça as vantagens do curso técnico em comércio exterior.

Para atuação como Técnico em Comércio Exterior, são fundamentais: Conhecimentos e saberes relacionados à área de exportação e importação, com atuação em conformidade com as legislações e diretrizes de conduta, como também com as normas de saúde e segurança do trabalho, pautando-se em ações empreendedoras e inovadoras, com foco em geração de novas oportunidades internacionais de negócios.

Atuação com base na construção de relacionamentos positivos, respeito à diversidade, atenção à sustentabilidade, trabalho em equipe e resolução efetiva de conflitos.

Carga horária mínima do curso Técnico em Comércio Exterior

O curso técnico terá duração estimada de um ano na forma subsequente, com carga horária mínima de 800 horas. Essa duração pode variar de acordo com cada plano de curso, principalmente levando-se em conta os cursos integrados e concomitantes.

O curso, na modalidade presencial, poderá prever até 20% da sua carga horária diária em atividades não presenciais.

O curso poderá ser realizado na modalidade EaD com, no mínimo, 20% da carga horária em atividades presenciais, nos termos das normas específicas.

A instituição, ofertante do curso, poderá desenvolver a carga horária em regime de alternância, com períodos de estudos na escola e outros períodos no campo/local de trabalho.

Além da carga horária mínima prevista, o curso poderá ter estágio curricular supervisionado obrigatório, a critério da instituição ofertante.

Caso o curso seja ofertado na modalidade EaD, a carga horária de estágio será cumprida de forma presencial.

Pré-requisitos

  • Para ingresso no Curso Técnico Subsequente, o estudante deverá ter concluído o Ensino Médio.
  • Para ingresso no Curso Técnico Concomitante, o estudante deverá estar cursando o Ensino Médio.
  • Para ingresso no Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio, o estudante deverá ter concluído o Ensino Fundamental.
  • Para ingresso no Curso Técnico Integrado à Educação de Jovens e Adultos, o estudante deverá ter concluído o Ensino Fundamental.

*Informações com base no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT) disciplina a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio, a partir de 2021.