Mercado de Trabalho: Os cursos técnicos que vale a pena fazer

Para quem é jovem e estar terminando ou cursando o ensino médio, escolher uma carreira profissional, não é uma  decisão muito fácil.  Sobretudo que, devem ser levados em conta às afinidades, gostos pessoais, mercado de trabalho etc. Nesse contexto, provavelmente fazer um curso técnico, pode ser o uma boa opção.

Além disso, a escolha de um curso técnico, pode ser consequentemente o caminho mais rápido para entrar no mercado de trabalho. Provavelmente, esse tipo de formação, favorece na busca das melhores vagas de emprego.

Outra vantagem, é a possibilidade de conseguir bolsa de estudo em cursos técnicos gratuitos. Assim, o candidato possa buscar vagas em instituições como o Senai, Senac ou pelo Pronatec.

Profissões que exigem apenas o curso técnico

Para quem tem pressa de entrar no mercado de trabalho, confira uma relação de profissões que podem ser exercidas apenas com a certificação técnica. Os cursos não estão listados por ordem de salários ou que mais empregam. Esses são apenas umas demonstrações das possibilidades de emprego.

  • Segurança no Trabalho
  • Telecomunicações
  •  Mecânica Automotiva
  • Manutenção de Máquinas industriais
  •  Logística
  • Mecatrônica
  • Eletrônica
  •  Metalurgia
  • Refrigeração
  • Plástico
  •  Análises químicas
  • Design de Interiores
  • Estética
  • Criação Publicitária
  • Confeitaria
  • Cozinha
  • Gestão de Pessoas
  • Enfermagem
  • Óptica
  • Marketing e Vendas
  • Administração
  • Nutrição
  • Farmácia
  • Rede de computadores
  • Computação Gráfica

Cursos técnicos estão entre as áreas que mais empregam

É claro que algumas profissões pagam mais que outras, e isso dependem da demanda econômica, numero de profissionais disponíveis no mercado e nível de conhecimento envolvido para exercer a profissão.

Além disso, existem outros fatores que devem ser levado em conta como na hora de escolher um curso. Sobretudo, questões como a demanda de sua região por um profissional.

Ou seja, não adianta escolher fazer um curso para área naval, se em sua cidade ou estado, não há empregos nessa profissão.

Por: Davi Sant Anna 134 Artigos Contato
Formado em psicologia, e pós-graduando pela COGEAE - PUC-SP. Trabalhou por 18 anos no SENAC São Paulo, nas áreas de administração, e na coordenação de pós-graduação em gestão, turismo e gastronomia.Escreve sobre comportamento, educação e estilo de vida.