Os dez passos importantes para abrir um negócio do zero

Para quem deseja abrir um negócio, mas possui dúvidas de como começar seu próprio empreendimento a partir do zero. O NowPix, criou este artigo com oito importante passos para começar um novo negócio.

Como abrir um negócio próprio

Em épocas de crises, mesmo quando as perspectivas possam parecer desfavoráveis, esse sempre é um bom momento para quem aposta no empreendimento certo.

Novas demandas surgem com a mudança do cenário econômico, por isso, é preciso estar atendo a essa nova realizada para ser bem sucedido.

Para quem deseja investir em um negócio a partir do zero e fazer a abertura da empresa, é preciso procurar negócios que esteja de acordo com o seu capital  e área de conhecimento.

Nem sempre é fácil descobrir uma demanda do mercado, por isso, pesquisar e encontrar o segmento ideal, é o primeiro passo.

Isso ajuda a ser mais assertivo no investimento e trazer benefícios para o ambiente empreendedor. Veja a seguir dez passos essenciais para trabalhar por conta própria.

1 – Pesquise sobre o novo empreendimento

Inicialmente é preciso ter uma ideia antes de começar o negócio, além disso, é preciso ver se ela está própria para a realidade. De princípio o recomendado é fazer uma pesquisa de mercado, para isto verifique o público-alvo ideal, assim como os concorrentes e o seu diferencial.

Vale a pena apostar em franquias, no mercado existem empreendimento que atendam a diferentes tipos de investidores, desde as grandes marcas, até as franquias compactas. Essa ultima ideal para quem tem pouco capital para investir.

2 – Regularização e abertura da empresa

Um passo importante para um bom planejamento é encontrar um escritório de contabilidade de sua confiança.

A parte burocrática e de regularização, pode ser um grande gargalho na hora de abrir uma empresa.

Um bom serviço de contabilidade oferecerá todas as ferramentas e informações necessárias sobre normas e leis específicas para cada tipo de empreendimento nas esferas municipal, estadual e federal.

3 – Criação da marca

A criação da marca vai alem do desenvolvimento de um logotipo. Ela define até onde e o quanto deseja ganhar de mercado.

A marca, não se trata da razão social da empresa, e sim do nome fantasia, pelo qual ela será conhecida por seus clientes.

O ideal é que a marca tenha um nome forte e curto, de fácil memorização. Nunca esqueça de sua presença online, portanto nomes complicados podem dificultar no meio digital.

4 – Crie um plano de negócios e faça o teste

Com o conhecimento sobre o mercado de atuação é o momento de estruturar a empresa. Através do bom plano de negócios é preciso iniciar a atividade.

Neste momento observe a proposta do valor, público-alvo, parcerias estratégicas, fontes de receitas inclusive a estrutura de custos.

Já em relação ao capital necessário é preciso preparar-se para gastar mais do que imagina. Pode acontecer imprevisto, portanto, mesmo que você defina o seu capital deixe um dinheiro de reserva.

No entanto, se você tem dúvidas de como estruturar um plano de negócios, algumas metodologias podem auxiliar neste trabalho.

Para saber como montar uma empresa, hoje existem sites e instituição que auxiliam no planejamento, como o SEBRAE. Por meio do plano de negócios fica fácil diminuir a margem de erro. Se for necessário invista em um profissional para esta função.

5 – Pontos comerciais

Apesar da crise econômica, por um lado positivo fica fácil ter boas opções de negociação com os fornecedores, como os pontos comerciais de aluguel.

Caso você necessite de uma sede física, existem imóveis comerciais com descontos, além daqueles com multas anteriores perdoadas. Com estas opções é possível uma redução no investimento inicial.

6 – Adquira conhecimento em gestão e mentalidade empreendedora

Entre os passos a passo para abrir sua própria empresa é investir no seu setor de atuação. O estudo dos conceitos de gestão agregam ensinamentos e ajudam no pensamento de empreendedor.

Com a habilidade é possível ter uma visão estratégica da empresa. É fundamental ter essa habilidade, com o plano de negócio, fica fácil saber sobre administração empresarial, inclusive por meio de arquivos gratuitos e online.

7 – Tenha um mentor

Se abrir um negócio ainda é um bicho de sete cabeças, uma dica é ter um mentor. Neste caso, encontre um consultor ou mentor de negócio para pedir por conselhos.

Um consultor ou alguém que já tem uma visão de empreendedor pode ajudar em algumas etapas, no futuro ou em situações que você passe por problemas específicos. Ainda ele pode contribuir para o seu networking.

8 – Calendário de atividades

Depois de definido o plano de negócios e ter feito um teste com o público alvo, ter encontrado o seu ponto de comércio e ter um mentor, é o momento de entrar em ação.

Faça um calendário de atividades e organize tudo detalhadamente, para ajudar use a metodologia chamada “5WH2”. Com derivação do inglês esta sigla de sete perguntas pode ajudar nas atividades. São elas:

  • O quê (“what”)
  • Por quê (“why”)
  • Quando (“when”)
  • Onde (“where”)
  • Quem (“who”)
  • Como (“how”)
  • Quanto (“how much”)

9 – Crie uma presença digital

Entre as atividades, não esqueça na hora de abrir um negócio desenvolver uma presença digital. Este tipo de processo é de custo baixo, mas agrega valor a empresa.

Além disso, é possível ter um ponto diferenciado com os concorrentes, caso você consiga conquistar os consumidores.

Com isto, ao divulgar o seu produto ou serviço é possível que sua marca também seja lembrada pelo público alvo.

10 – Mantenham-se atualizado

Conhecimento nunca é demais, por isso, mesmo após abrir o seu negócio, é importante manter-se atualizado. Sejam informações sobre novos produtos, serviços, um concorrente que abriu ou tendências de mercado em geral.

Faço do NowPix, seu canal de conhecimento em empreendedorismo, gestão e nova oportunidades, acompanhando nossas colunas semanais.

Leia mais...