Curso de Enfermagem: Conheça o curso e mercado de trabalho

A enfermagem é uma ciência cujo objetivo é assistir e cuidar das pessoas. Como resultado, esse profissional ajuda no restabelecimento, bem como na manutenção, da saúde dos seres humanos.

A sua atuação pode se dar apenas com o indivíduo, na família ou ainda na comunidade. Cabe aos enfermeiros participar de ações conjuntas com médicos, psicólogos, nutricionistas, entre outros. Portanto, eles são imprescindíveis em hospitais, mas também trabalham em clínicas e prestam atendimentos em domicílio.

Curso de Graduação em Enfermagem

O curso de graduação enfermagem tem duração média de 4 anos. Entre as disciplinas fundamentais à formação estão as de Ciências Biológicas. Porém, as faculdades incluem sempre cadeiras de administração, psicologia e sociologia.

A parte prática, que abrange o atendimento de pacientes e o cuidado das enfermarias, inicia no segundo ano.

Estágio obrigatório em enfermagem

É válido destacar a obrigatoriedade do estágio supervisionado para que o aluno termine a graduação.

Ao final dos estudos, exige-se a apresentação de um trabalho de conclusão de curso. Existem ainda algumas especificidades de determinadas instituições.

Por exemplo, a UFRJ conta com uma formação em Enfermagem e Obstetrícia, e a Udesc, em Chapecó, Santa Catarina, tem ênfase em saúde pública.

Mercado de trabalho para quem faz curso na área de enfermagem

Há um grande número de recém-formados que entram no mercado de trabalho anualmente. Em razão disso, é justo afirmar que se encontra concorrência na busca por cargos.

É ainda importante saber que os maiores empregadores estão presentes no Sudeste e no Sul, mas é também nessas regiões que existe a maior procura pelas vagas.

No Nordeste do país é onde se apresenta a menor quantidade de especialistas na área, sobretudo no interior.

Uma boa opção atualmente para os enfermeiros é o setor de saúde da família, inclusive por programas do Governo Federal.

Também cresceram a demanda por esses profissionais nas escolas de crianças, clínicas e laboratórios, ambulatórios de empresas e firmas de homecare. Os licenciados tendem a ministrar cursos profissionalizantes nas cidades grandes.

Áreas de Atuação do Enfermeiro
Esse setor oferece diferentes tipos especialização. Além da clínica geral, é possível exercer funções na área pediátrica e geriátrica, para tratar de crianças e idosos, respectivamente.

Outras alternativas são a enfermagem médico-cirúrgica, obstétrica, do trabalho, psiquiátrica, de saúde pública e de resgate. Por fim, tem os caminhos acadêmicos e de gestão.

Diferenças entre enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem

Para quem não é do meio, pode pensar que todo o profissional que atua junto aos pacientes são enfermeiro. É até comum os pacientes chamar todos como enfermeiro.

Mas, na realidade, existem diferentes níveis de atuação, responsabilidades e conhecimentos dentro desta área. Saber diferenciá-las é muito importante na hora de escolher um curso de enfermagem.

Se, um profissional faz um curso de técnico em enfermagem, precisa ter ciência que com essa habilitação, não poderá atuar como um enfermeiro. Não existe exceção, as profissões são regulamentadas pelo Conselho Federal de Enfermagem – COFEN.

O NowPix preparou um pequeno manual explicando as diferenças, atribuições e formação de cada função.

Diferenças entre enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem

Fonte/imagem: Pixabay

Auxiliar de Enfermagem

Profissional com uma formação mais curta, responsáveis por procedimentos de baixa complexidade e riscos aos pacientes como alimentação e higiene.

Para atuar como auxiliar, é necessário fazer um curso de com duração de 1 ano. Entre as opções de trabalho estão: clinicas, maternidades, postos de saúde e laboratórios.

Técnico em Enfermagem

Função intermediaria, o técnico em enfermagem necessita fazer um curso de formação técnica com duração de 1 ano e meio.

Após a formação o profissional estará habilitado a atuar junto a pacientes com media e alta complexidade em unidades de terapia intensiva (UTI).

Enfermeiro Padrão

Para atuar como enfermeiro, é necessário realizar um curso de graduação, a faculdade tem duração de 4 anos. O curso habilita o profissional a prestar assistência direta a pacientes graves e realizar procedimentos de maior complexidade, supervisionar auxiliares e técnicos e liderar equipes de atendimento incluindo os técnicos e auxiliares.

Essas informações deve ser observadas com mais critério antes de escolher uma profissão dentro da área de enfermagem.

Além disso, para ser um bom profissional é recomendável realizar seus cursos em escolas e faculdades de boa qualidade, com materiais pedagógicos e equipes de professores qualificados.