Com irreverência, marcas de cosméticos conquista o público

Desmaia Cabelo, Poderoso Cremão e Morte Súbita. Com nomes que fogem do padrão usual do universo da beleza, marcas investem em criatividade e irreverência para conquistar o concorrido mercado de beleza.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). O Brasil ocupa  terceiro posição no mercado global. Números muito fortes para o país, ficando atrás somente de economias gigantes como a China e Estados Unidos.

Somente no ano de 2014, a indústria da beleza movimentou US$ 43,5 bilhões, continuou crescendo em 2015 e para 2016, apesar da crise econômica, a previsão que feche com crescimento ou estável.

Fazendo parte da cesta básica

Brasileiro é muito preocupado com o seu bem estar e cuidados com beleza, destinando em média 2% do orçamento domésticos à compra de produtos de higiene e beleza.

Com um mercado tão grande, consumidores cada vez mais informados sobre produtos, técnicas e lançamentos, divulgados principalmente por blogueiras de beleza, A competição entre as marcas é bem acirrada.

Apesar de existir grande marcas já estabelecidas junto ao publico, como nos casos da Natura, O Boticário, Loreal, entre outros.

Novas marcas, produtos e solução de beleza e estética surgem a cada ano. Isso pode ser comprovado na ultima edição da BeautyFair, quando a equipe do NowPix, conferiu as ultimas novidades do mercado.

Pra conquistar atenção dos consumidores, marcas estão apostando na criatividade  e irreverências, principalmente junto ao público feminino.

Criatividade para conquistar mercado

Mas será que, ter um nome descolado é tudo nesse segmento? Segundo Cris Corrêa, editora do Beauty Cris, afirma:

Cris Corrêa - BeautyCris

Cris Corrêa – BeautyCris

O fato de ter uma embalagem ou nome bem criativo, não quer dizer que esse produto vai atender as expectativas. A embalagem chama muito atenção na hora de fazer a consumidora comprar um determinado produto. Nesse primeiro momento a estética do produto é muito importante.

No caso dos cabelos, a Lola Cosmético, trouxe um design mais vintage em suas embalegens e nomes descolados como: Podrroso Cremão, Loira de Farmácia e Comigo Ninguém Pode.

Os nomes são até engraçados, mas a marca investiu também em qualidade. São pordutos vegano, matéria prima de alta qualidade, alinhada com uma tendência e demanda de mercado. Como por exemplo, a procura de produtos preocupados com o meio ambiente e não testados em animais.”

Ou seja, a embalagem pode fazer que as pessoas se interessa pelo produto, mas se ele não oferecer qualidade, com o tempo perde mercado, pois no segmento de beleza, a propaganda boca a boca, é tudo.

Na rede

Pra conquistar atenção dos consumidores, marcas estão apostando na criatividade e irreverências, principalmente junto ao público feminino. … Continuar lendo