No mercado de revendas porta a porta mulheres faturam alto

Mesmo antes da palavra empreendedorismo, ser moda, o mercado de vendas porta a porta, era opção para quem buscava uma solução de renda.

Esse mercado amadureceu muito nas últimas décadas, e impulsionado pelo segmento de beleza, movimenta R$ 45,2 bilhões por ano*. Além disso, gera oportunidade de renda para milhões de pessoas, que encontraram nas vendas porta a porta uma oportunidade para ganhar dinheiro.

Um negócio bilionário que já conta com mais de 4,1 milhões de pessoas trabalhando como revendedores(as). Esses dados são da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), associação que reúne mais de  50 empresas.  Ou seja, gigantes como Natura, Herbalife, Mary Kay, Avon, Demillus e Tupperware, O Boticário entre outras.

A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) define a venda direta como: “Um sistema diferenciado de comercialização de bens de consumo e serviços, baseado no contato pessoal, entre vendedores e compradores, fora de um estabelecimento comercial fixo”.

Ou seja, todo mundo sai ganhando nesse modelo de negócio: Empresas, vendedores, bem como, os consumidores obtêm produtos de qualidade a preços acessíveis.

Mulheres empreendedoras lucram alto no mercado de vendas direta

O Brasil é um dos maiores mercados de beleza e cosméticos do mundo, e não para de crescer. Assim, novas empresas, soluções ou produtos surgem para atender essa grande demanda.

Entre os itens mais vendidos estão: produtos para cabelos, pele, rosto, maquiagens, perfumes etc. Ou seja, para quem deseja trabalhar com revenda, existem boas opções.

O Brasil ocupa a sexta colocação mundial em vendas diretas, segundo o SEBRAE. O País, fica atrás somente de gigantes econômicos como Estados unidos, China, Coreia, Alemanha e Japão.

Somente em 2018, foram movimentado mais de 42 milhões em vendas. A Avon, uma das gigantes mundial, tem no Brasil, seu principal mercado. A Natura é a empresa brasileira de maior sucesso no setor. Suas revendedoras, são tão importantes, que transformaram a empresa em uma das lideres em vendas em perfumaria e cosméticos.

Nos últimos anos, percebeu uma mudança no perfil dos empreendedores, é o que afirma  Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVDEra, no início, preenchido por mulheres donas de casa. Isso mudou, até por conta da variedade de produtos que são vendidos atualmente, não mais restritos a cosméticos e artigos do lar

Como ter sucesso sendo uma revendedora de cosméticos?

Uma boa dica para quem está iniciando sua atividade em vendas diretas por catalogo, é ler esse artigo: , nele você compreenderá em 10 passos, dicas super importantes para ser bem sucedida como uma revendedora de maquiagens.

Entre as estratégias de vendas estão:

  1. Produtos em estoque, pode facilitar as vendas por impulso.
  2. Reuniões em grupos podem criar um ambiente facilitador nas compras.
  3. Utilizar os produtos oferecidos, além de criar boa impressão, demonstra confiança naquilo que vende.
  4. Dominar o assunto e tudo o que envolve beleza, pode criar demandas e valorização dos produtos. Valorizar um produto, é diferente de criar uma expectativa falsa.
  5. Ter carisma é um dos melhores requisitos de um bom vendedor, isso pode ser aprendido com técnicas de vendas.
  6. Criar uma rotina de vendas, com horários e frequências nos dias, facilita a memorização dos seus clientes.
  7. Profissionalismo é importante para quem deseja ganhar dinheiro como revendedora de produtos de beleza.

Por fim, os rendimentos de uma consultora de produtos por catálogo estão relacionados ao dinamismo de cada pessoa. É preciso afinidade com a área e criar boa política de fidelização dos clientes.

Fonte:
Abihpec.org.br
Revendedoras
Diariodecanoas.com.br

Mais histórias