Fui demitido e tenho mais de 40 anos, e agora?

Perdeu seu emprego, foi demitido, tem mais de 40 anos e não sabe o que fazer? Confira dicas profissionais e oportunidades de carreira e negócios

Entre os 35 e 40 anos, um profissional está em seu auge profissional, a maturidade e experiência de vida, são uma das principais ferramentas para quem está na casa dos quarenta, mas nem sempre toda essa experiência e maturidade profissional são suficientes para manter-se no mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

Procurando emprego depois dos 40 anos

Para quem perdeu o emprego depois dos 40 anos, sabe o quanto é difícil uma recolocação novamente, muita empresas dão preferências aos profissionais mais jovens pelo falso conceito que esses novos profissionais estão mais preparados para aceitar as constantes mudanças do mercado, e são mais hábeis para apreender.

Na verdade isso não passa de um preconceito profissional, afinal um bom profissional deve ser valorizado em todas as idades, assim como existem ótimos profissionais na casa dos 20 anos, também existem na casa dos 40 e 50 anos.

Fui demitido e agora o que eu faço?

Recentemente nosso leitor Reginaldo F. nos enviou um e-mail relatando um pouco das suas dificuldades após ser demitido de uma empresa após trabalhar por mais de 15 anos na área administrativa no qual relata

Olá, meu nome é Reginaldo F. trabalhei de 1997 até 2013 em uma empresa na área administrativa, durante esse período passei por vários setores, sempre desenvolvendo muito bem as minhas tarefas sem receber reclamações, mas em meados do ano de 2012, houve uma fusão na empresa, na qual precisou realizar um ajuste no numero de profissionais, sendo um dos mais antigos de casa e com minha experiência, pensei que não seria demitido, mas estava na lista de demissão, entrei em desespero pois já tenho 42 anos e estou com dificuldade de me recolocar no mercado de trabalho, estou desesperado e não sei mais o que fazer, será que minha idade é algo tão negativo assim?”

Buscando um novo emprego

O caso do Reginaldo F. não é o único, e muitas das pessoas que chegaram até aqui estão com alguma dificuldade de recolocação profissional, não por sua experiência, mas por serem considerados “velhos”.

Acredito que um profissional “velho” é aquele que não tem nada a oferecer, e isso independe da idade, tem pessoas com 20 anos, que não tem nenhuma motivação na vida, não encaram desafios e são medrosos, mas esses tem ao seu favor a juventude, mas será que o fator idade deveria ser mais importante que a experiência de vida e profissional?

Mercado de Trabalho e Emprego

O mercado de trabalho está passando por constantes mudanças, mas nem todas são boas, algumas tendências seguem modas de países mais desenvolvidos, mas quando adaptados a nossa realidade, pode provocar grandes estragos.

Hoje conseguir um bom emprego é quase como passar em uma prova concorrida na USP ou em um concurso publico, na verdade a maratona de entrevistas, dinâmicas e exigências são quase desumanas.

Isso porque há uma grande demanda de profissionais disponíveis para poucas vagas, e nesse casa muitas gestores de recursos humanos dão preferências aos mais jovens, não que esses profissionais não tem direitos de entrar no mercado de trabalho, mas seria mais juto se houvesse um equilíbrio na hora da escolha.

Hoje um jovem já sai do ensino médio, entra na faculdade e depois faz uma pós-graduação, requisitos quase que obrigatório para um profissional.

Reciclagem Profissional

É claro que não podemos generalizar todo o cenário do  mercado de trabalho, algumas profissões não sofrem tanto com o peso da idade, é o caso de carreiras nos setores de gestão e cargos executivos, onde a experiência de vida e profissional tem um peso relevante, mas nos casos das carreiras mais operacionais, o cenário é bem diferente.

Para quem não quer ser pego de surpresa com uma demissão após os 40 anos, o segredo é reciclar seus conhecimentos, fazer cursos, faculdades, pós-graduação e estar sempre motivados e preparados para novos desafios, em muitos casos além de evitar uma demissão, uma boa reciclagem profissional abre novas oportunidades dentro da empresa ou em outros lugares.

Mas a reciclagem profissional não é apenas uma ferramenta para manter o emprego, para aqueles profissionais que foram demitidos e estão encontrando dificuldades de encontrar um bom emprego, a experiência profissional é uma ferramenta importante para entrar no mercado do empreendedorismo, isso mesmo usar o seu conhecimento ao seu favor.

Seja um empreendedor

Empreender não é somente uma moda passageira, ou uma atividade de emergência, é claro que todos os dias são abertos milhares de negócios e outros tantos são fechados.

Os fatores de um fracasso como empreendedor podem estar relacionados a falta de afinidade, pouco conhecimento com o negocio, falta de planejamento ou atividade saturada, por isso utilizar o conhecimento profissional é a palavra chave para o sucesso como um empreendedor, alem claro de criatividade e determinação.

Uma dica para potencializar um negocio é se associar com outros profissionais complementares, algumas pessoas são boas de vendas, outras de planejamentos e outras de atendimentos, isso são afinidades pessoas e nem sempre podemos aprender isso da noite pro dia, por isso criar uma sociedade de negocio, alem de fortalecer no nicho de mercado escolhido, possibilita futuras expansões.

Utilize o peso da “idade” ao seu favor, pois nas dificuldades podem surgir grandes oportunidades e idéias, o importante é sempre manter-se confiante, atualizado e determinado, para saber mais sobre empreendedorismo, leia mais artigos em nossa seção.

Ganhar Dinheiro

Perdeu seu emprego, foi demitido, tem mais de 40 ou anos e não sabe o que fazer? Confira dicas profissionais e oportunidades de carreira e negócios para você … Continuar lendo