O Boticário compra a Vult, ultrapassa a Natura e mira a Avon

Com forte penetração principalmente entre as consumidoras da classe C, a Vult Cosmética passou de uma pequena empresa de maquiagens e batons baratos, a um gigante onipresente em farmácias e drogarias.

Grupo O Boticário compra a Vult e aposta em um novo mercado

Nascida em 2004 como uma opção de maquiagens mais acessíveis, a Vult sempre apostou em seguir as ultimas tendências nacionais e internacionais. Com essa proposta a marca cresceu e fidelizou consumidores em todo o país.

O mercado de higiene e beleza brasileiro, está entre os maiores do mundo. Itens de maquiagens, cuidados para pele e higiene, ocupam boa parcela do orçamento das famílias. Por isso, esse é um mercado muito concorrido. Um nome como a Vult, presente me mais de 25 mil lojas multimarcas, perfumarias e farmácias, chama a atenção de grandes empresas.

Foi assim, que a O Boticário, anunciou em março de 2018, a compra de 100% da Vult Cosmética. A partir de agora a marca faz parte de uma gigante do setor composta pelas marcas O Boticário, Eudora, quem disse, berenice?, The Beauty Box e Multi B.

Com a aquisição, O grupo O Boticário, tornou a empresa nacional líder no segmento de maquiagens. Com 15% do mercado, a marca ultrapassa o volume de vendas de sua grande concorrente, a Natura. A multinacional Avon, é marca líder em vendas, detentora de 24% do mercado de maquiagens.

Os pontos fortes da Vult

Fundada na cidade paulista de Mogi das Cruzes em 2004, a marca cresceu aproveitando o auge do consumo da nova classe média. Mesmo com a crise econômica dos dois últimos anos, a Vult expandiu sua participação com crescimento anual entre 40% e 50%.

Com 13 anos de atuação, a marca ainda é considerada pequena nesse bilionário setor. Isso fica mais evidente ao comparar seu faturamento de 300 milhões em 2017, como a   receita bruta de R$ 12,3 bilhões do grupo O Boticário.

Os pontos fortes da marca são sua política de preços competitivos, muitos de seus produtos são vendidos com preços abaixo de 10 reais. Isso a manteve forte principalmente entre as consumidoras das classes C e D.

A marca conta com alguns pontos de vendas próprios, como quiosques em shoppings. Mas o carro forte de suas vendas é sua grande presença em perfumarias e farmácias pelo país.
Grupo O Boticário compra a Vult e aposta em um novo mercado

Os pontos fortes de O Boticário

Uma das maiores redes de franquias no segmento de perfumes e maquiagens do mundo, O Boticário foi fundada na cidade paranaense de São José dos Pinhais.

O grupo conta com mais de 3.700 lojas distribuídas no Brasil e no exterior. Trabalhando com uma oferta miulticanais, a empresa atua no segmento de lojas via franquia, bem como rede de quiosques e vendas diretas (revendedoras).

Em 2011, a empresa começou uma ambiciosa estratégia de expansão no mercado nacional. E, para concorrer ou ganhar mercado da Natura, foi lançada a marca Eudora.

A estratégia inicial com a Eudora era focar nas vendas por meio de revendedoras, em seu portfólio contam itens como perfumes, maquiagem e produtos para corpo e banho.  Atualmente a Eudora atua no segmento de quiosques e vendas online.

Em 2012 a empresa lançou a marca quem disse, berenice? focada na venda de maquiagens entre itens para boca, olhos e rosto, além de esmaltes, perfumes e acessórios.

Nesse mesmo ano, foi lançada a The Beuaty Box, especializada na venda de maquiagens, cosméticos e perfumes importados de grandes marcas. A Iniciativa da The Beuaty Box, é concorrer diretamente com a gigante Sephora.

O mercado de beleza e as jogadas de estratégias

Em um bilionário mercado, que não para de crescer mesmo em momentos de crises, manterem-se na liderança, é fundamental para a sobrevivência das grandes marcas.

Cada ação de uma empresa nesse segmento é como uma peça no xadrez, tudo é muito calculado e interfere em todo o setor.

A Natura é um nome recorrente no decorrer desse artigo. E, essa coincidência não é somente aqui no NowPix. Basta pesquisar qualquer assunto sobre o mercado de beleza, e encontrará uma relação de concorrência entre as duas empresas.

Enquanto a Natura conquistou mercado com uma bem elaborara rede de revendedoras porta a porta, O Boticário focou em sua rede de franquias.

Ambas são empresas bem sucedidas, porem a Natura, mesmo que, até pouco tempo atrás, não contava com rede de lojas físicas, era a maior empresa brasileira de perfumaria e maquiagem.

Para conquistar um mercado dominado pela Natura, o Grupo O Boticário, lançou as vendas diretas revendendo produtos O Boticário e Eudora.

Já no ano de 2016, a Natura abre sua primeira de muitas lojas físicas, entrando em um mercado dominado pela sua concorrente. No ano seguinte, a Natura anunciou a compra da rede de lojas The Body Shop, da francesa L’Oréal, entrando definitivamente no mercado internacional.

Por enquanto, O Boticário deu o xeque mate, com a compra da Vult, resta saber como será os próximos passos dessas duas grandes empresas brasileiras.

Cursos na área da beleza geram oportunidades de emprego e renda rápida