Oportunidades de empregos, salários e tempo de conclusão, estão entre as vantagens de fazer um curso técnico profissionalizante, saiba mais.

Chega uma hora em nossas vidas, que precisamos fazer uma importante escolha sobre nossa carreira profissional. Afinal, essa escolha, pode determinar nosso futuro, tanto em quesito de sucesso, quanto de estabilidade financeira. Por isso, apesar de ser uma modalidade de aprendizagem mais em conta financeiramente, muitas pessoas se pergunta se, vale a pena fazer um curso técnico?

Curso Técnico possibilita uma passagem rápida do estudante para o mercado de trabalho

O SENAC – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, foi criado em 10 de janeiro de 1946 através do decreto-lei 8.621. Já, o SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, foi criado em 22 de janeiro de 1942, pelo decreto-lei 4.048.

Porque estou trazendo essas informações?: Por se tratar de duas importantes instituições criadas para o desenvolvimento da qualificação profissional do país, em breve uma delas completará seus 80 anos. Nessas quase 8 décadas do surgimento de cursos profissionalizantes, o país, passou por grandes transformação, tanto sociais, quanto econômicas. Apesar disso, ainda é um déficit de mão de obra qualificada, tanto na área de comércio e serviço, quanto na área da indústria e tecnologia. Aqui, por si só, já podemos responder. Sim, ainda vale a pena fazer um curso técnico.

Mas, não é somente isso, que fará uma pessoa escolher entre fazer um curso técnico, ou optar por uma graduação.  É claro que, há uma diferença enorme entre uma modalidade de ensino e outra.

Por definição: “Cursos técnicos são regulamentados pelo MEC – Ministério da Educação, precisam cumprir uma determinada carga horária, estar dentro de um eixo temático e as instituições que desejarem oferecer cursos técnicos precisam solicitar autorização junto ao Ministério da Educação.” Fonte: luis.blog.br/

Curso técnico ou graduação, qual escolher?

Os investimentos para concluir uma graduação, são maiores que um curso de nível profissionalizante, por outro lado, há uma crença, que pessoas com formação superior ganha os maiores salários. Isso pode até ser verdade, mas, o número de oportunidade de emprego em cargos de gestão, ou que exigem a formação superior, é menor que, as vagas de empregos operacionais que exigem apenas a formação técnica.

Mas, algumas áreas, profissionais com nível técnico, como em tecnologia e redes, alguns profissionais ganham até 9 mil reais. Os valores também são influenciados por demandas regionais.

Um exemplo, região com forte investimento em agronegócio, necessitam de profissionais mais qualificados, portanto, podem pagar salários maiores. Já, em regiões com oferta maior de profissionais em relação às ofertas de emprego, tende a pagar os menores salários, ficando mesmo no piso salarial. Esse pode ser o caso dos profissionais formando em técnico em enfermagem na cidade de São Paulo. Portanto os cursos técnicos com os maiores salários dependem da demanda por esse profissional, bem como a complexidade da área.

Curso Técnico pode ser a primeira porta para entrar no mercado de trabalho

O tempo de formação é outro fator que demonstra o quanto pode valer a pena fazer um curso técnico. Enquanto, a graduação, pode exigir um tempo de até 4 anos para a conclusão, Já os cursos de nível profissionalizante, podem ser concluídos em menos de 2 anos. Além disso, o tempo para conseguir o primeiro emprego, pode ser menor para profissionais com qualificação de nível técnico.

A empregabilidade é fundamental para quem busca ter estabilidade financeira. Ou seja, com a formação técnica o profissional, pode planejar o crescimento profissional e pensar até em fazer um curso de graduação no futuro.